LusoTechnip vs CMR Alcoitão

SuperLiga Corporate MasterFoot/Make-A-Wish 2018/2019 - 1ª Fase - 5ª Jornada (Quinta-Feira) 06 de dezembro de 2018
  • LusoTechnip CMR Alcoitão
    1-9
    • 23:00
    • Estádio da Luz - C1

Reportagem

LusoTechnip e CMR Alcoitão terminavam mais uma noite de futebol no Estádio da Luz. A LusoTechnip contabilizava 4 pontos em 4 jogos e a CMR Alcoitão apenas conhecia o sabor da vitória, 3 jogos, 3 vitórias.

A CMR Alcoitão começou ligeiramente melhor com os LusoTechnip na espectativa. O primeiro sinal de perigo é dado pela LusoTechnip, canto batido por André Paliteco na direita e Ricardo Marchão livre de marcação a cabecear para as mãos de Tiago Correia. A CMR Alcoitão vai abrir a contagem aos 5 minutos, Marco Alecrim a entregar a Bruno Miguel, a cruzar da direita rasteiro e Luís Silvestre a não falhar. O jogo começava a ganhar ritmo e a CMR Alcoitão não chegou ao segundo logo de seguida porque Alan Oliveira não deixou. Hugo Costa a subir, a dar para Djassy Gomes, a virar-se e grande intervenção de Alan Oliveira. Aos 14 minutos a CMR Alcoitão vai chegar ao segundo golo, boa combinação de ataque e Djassy Gomes a cortar do meio para a direita e a meter a bola encostada ao poste mais distante. A turma de Alcoitão dominava o jogo e as oportunidades iam aparecendo naturalmente. Pouco depois do quarto de hora, Hugo Costa a tabelar com Djassy Gomes e o remate de Hugo a passar por cima. A CMR tomava conta do jogo e a LusoTechnip tentava explorar o contra-ataque. A CMR Alcoitão utilizava muito bem Djassy Gomes, a saberem tirar partido do seu jogo e antes dos 20 minutos novo golo. Hugo Costa na assistência, a colocar nos pés do 16, ele a virar-se e atirou para o fundo das redes.

O Sr. Árbitro dava ordem para o inicio da segunda metade, a CMR Alcoitão continuava com a sua estratégia de posse de bola, trocavam a bola na sua zona defensiva e chegavam ao ataque com trocas posicionais rápidas. Antes da meia-hora, combinação entre Marco Alecrim e Humberto Rocha, no lance a equipa a ganhar um livre indireto dentro da área, Marco Alecrim a tocar para Fábio Santos que fez 4-0. O inicio de segunda parte registava um ritmo mais baixo e quando as equipas decidiam colocar o pé no acelerador sentia-se de imediato uma grande diferença. Aos 36 minutos, Hugo Costa a subir desde a zona defensiva, a passar para Djassy, este a devolver e Hugo a ficar sozinho dentro da área, e com todo o tempo do mundo escolheu o lado que queria. Os guarda-redes também eram figuras a destacar, de um lado Tiago Correia a defender o remate de Diogo José Lopes, e do outro, Alan Oliveira a sair-se com eficácia aos pés de Djassy Gomes quando este se preparava para fazer mais um e atirar a bola para canto. No canto, Humberto Rocha a bater para o segundo poste e Djassy a fazer o “hat-trick”. O jogo entrava nos últimos 10 minutos e adivinhava-se mais golos. Um minuto depois de ter chegado ao “hat-trick”, Djassy vai continuar a provocar o pânico na área adversária. Recuperação de bola em zona proibida e a picar a bola por cima do guardião. No minuto seguinte, Fábio Santos vai oferecer mais um a Djassy que completa uns 3 minutos alucinantes com 3 golos. A LusoTechnip estava a ter mais dificuldades em chegar com perigo à baliza adversária nesta segunda parte e recorriam a remates de longa distância. Nos minutos finais, um golo para cada um dos lados, primeiro CMR Alcoitão vai chegar ao nono golo, Bruno Miguel a mexer no jogo no flanco direito, a combinar com Luís Silvestre, a assistir Humberto Rocha que não falhou. Do outro lado, remate de Ricardo Marchão para defesa de Tiago Correia e na recarga, Bernardo a fazer o golo de honra.

Mais uma vitória para a CMR Alcoitão, é a quarta em quatro jogos. Os 12 pontos amealhados dão-lhes o primeiro lugar repartido com a Líder Carnes. A LusoTechnip enfrentou uma equipa que soube gerir o jogo, ainda conseguiu mostrar alguma coisa na primeira parte, na segunda baixaram de qualidade, mas mesmo assim ainda conseguiram chegar ao golo na parte final do encontro.